Ao alcance das mãos

No primeiro texto deste blog, disse que faria “algumas proposições para uma conduta ética simples e eficiente”. Porém, jamais imaginaria que as circunstâncias mudariam tanto em tão pouco tempo.  E, com elas, minhas intenções.

Todos sabem da imoralidade praticada pelo Congresso Nacional no último dia 15. Vou poupá-los de repetir a história e os percentuais. Mas, só a título de comparação (entre outras mil comparações que poderíamos fazer, uma vez que o absurdo salta aos olhos), há uma expectativa de impacto nas despesas públicas no valor de R$ 1,8 bilhão. O Bolsa Família, programa que atende mais de 12 milhões de famílias, e é um paládio na luta contra a pobreza, se “eventualmente” receber algum reajuste no seu orçamento, este atingirá apenas R$ 1 bilhão, quase a metade.

Saindo, então, do geral, vamos ao particular. Nós temos que fazer mais do que discutir uns com os outros pela Internet. Devemos agir concretamente e barrarmos esse aumento. Virtudes republicanas precisam ser praticadas para sobreviverem. Na minha opinião, e na das pessoas (independentes e apartidárias) que estão ligadas a mim na intenção de exigir o cumprimento do princípio da moralidade na Administração Pública, a melhor alternativa é convocar a imprensa e realizarmos, durante o tempo que for necessário, atos que exponham, nominalmente, cada um dos nossos políticos locais que votaram “sim” à opinião pública.

Além do cyberativismo convencional e mais cômodo, faço questão de divulgar aqui neste blog duas ideias que fazem parte de um conjunto de proposições que tenho compilado em debates recentes:

  1. Descobrir o endereço dos políticos na sua cidade e reunir um grupo disposto a fazer vigília e "protesto de aplausos" na frente da residência. É preciso prezar pelo caráter independente da ação, isto é, não vinculá-la a partidos políticos. A idéia é aplaudir um pouco, descansar, e voltar a aplaudir durante cerca de uma hora. Os dias e os horários devem ser mantidos em sigilo para que os políticos não fujam de casa. Assim, os membros da imprensa também devem estar comprometidos com a causa (ou não receberem informações). Esses protestos devem continuar em dias e horários planejados até revogarem o aumento.

  1. Elaboração de um documento chamado “Imorais: não esqueceremos”, com nome, partido e foto dos políticos que votaram “sim”. Cada um deve (re)enviar esse documento para toda sua lista de contatos a cada 6 meses.

Mobilize as pessoas e ponha em prática essas ideias na sua cidade. Se tive outras, registre aqui em seu comentário, ou mande pra mim .

Comentários

  1. MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - SIGA MEU BLOG E MEU TWITTER, que eu sigo o seu de volta !twitter @breakpointbr, caso queira seguir. Se puder me LISTE :-)

    Obrigado !

    ResponderExcluir
  2. AHHH vá se fuder JOÃO VICTOR ARARIPE. O texto acima fala de um absurdo que está acontecendo no país e você quer aumentar a sua lista de seguidores] pega o seu blog e ...

    sobre a lista, como se consegue a lista dos parlamentares]

    ResponderExcluir
  3. Sugiro levar alguma faixa pra frente do predio ou casa do parlamentar que disse sim. Se der pra ir com nariz de palhaço ou levar apito tambem esta valendo. Dai rolariam palmas e apitos.

    Sugiro fazer isso por volta das sete da noite (nao é horario acima das 22 e provavelmente estarão jantando), talvez as seis e meia da noite.

    To querendo ir na casa do Mauricio Rands no espinheiro...

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, por favor, digam o que disserem, mantenham o respeito uns com os outros. Roberto, a lista dos parlamentares está num link embutido no texto. Diegão, gostei da ideia dos apitos. Eles podem ser usados nos períodos de 2 mins, quando estaremos descansando as mãos.

    ResponderExcluir
  5. Olha, um endereço!

    Onde é a casa de Maurício Rands? Pode ser o primeiro.

    A idéia dos apitos é boa, mas acho que pode gerar problemas com outros moradores. É muito barulhento.

    ResponderExcluir
  6. Quem souber os endereços, poste aqui. Quanto aos outros moradores,como o protesto só dura 1 hora, é apartidário e em nome do interesse público, acho que eles vão se juntar a nós nos aplausos.

    ResponderExcluir
  7. Eu quero ir na casa do Mauricio, dai procurei o endereço pelo nome dele na telelista e vieram 2 endereços,, mas mora na Santo Elias no Espinheiro...

    http://ow.ly/3t7m0


    O da João de Barros é o comite. To pra ligar nesse numero da santo elias como OI ou coisa do tipo pra confirmar se é a casa do infeliz...

    ResponderExcluir
  8. Oi Romero; parabéns pelo blog, aproveito para lembrar que esta semana o Jornal do Comércio divulgou nota informando que a Assembléia Legislativa de Pernambuco estará convocando reunião extraordinária. Um dos itens da pauta é reajustes salariais. É bom ficar de olho!

    ResponderExcluir
  9. Adjair, tenta achar essa noticia do jc e posta aqui a data e a hora dessa reuniao extraordinaria. Assim, as pessoas que podem e estão dispostas poderiam comparecer na Assembleia para protestar. Ou, posteriormente, dependendo do resultado, no endereço dos deputados estaduais.

    ResponderExcluir
  10. Os deputados estaduais vão garantir hoje um salário 61,8% maior para os que estarão na Casa de Joaquim Nabuco a partir de fevereiro de 2011, http://jc3.uol.com.br/jornal/2010/12/22/not_405426.php 22/12/2010

    ResponderExcluir
  11. Vídeo do bispo dom Manoel Edmilson da Cruz, recusando em público, hoje, a Comenda Dom Helder Câmara de Direitos Humanos, dada pelo Senado, em protesto contra reajuste dos parlamentares.
    http://www.youtube.com/watch?v=ZNuFlHAWwxo

    ResponderExcluir
  12. Por mim rola de fazer amanha, de maneira organizada e apartidaria, sem partir pra anarquia um protesto dos aplausos e apitos na casa de Rands, por volta de umas 18:30 estaria por la pelo espinheiro.

    ResponderExcluir
  13. Opa Romerão.

    Acho essa impensa da gente muito chapa branca. Será que elas vão se comprometer queimando os caras que lhe financiam?

    Sobre essa coisa de aborrecer os políticos, que acha da idéia de apurrinha-los com trocentas cartas com um mensagem padronizada? Assim, é uma alternativa mais cômoda, menos cansativa, que pode reunir mais adeptos.

    ResponderExcluir
  14. Ah, antes que me esqueça, a idéia de jogar um pombo sem asa na casa dos caras ainda tá de pé hehe.

    ResponderExcluir
  15. Roma, amore, conte comigo!. Quando vcs fecharem a data e a casa do imoral, por favor, me avise que irei de nariz de palhaça. Vou tentar descobrir o endereço de Fernando Ferro, esse tá na minha mira faz tempo!

    ResponderExcluir
  16. Ceci, o deputado em questão é quase meu vizinho. Mas, até onde eu saiba, ele anda muito pouco por aqui. Se você for a Rito, aí sim, saberá exatamente a área em que o cidadão mora.

    ResponderExcluir
  17. Sou eu sim, bobinho!. Quer dizer que o cidadão tá mais próximo do que eu imaginava, bom saber!

    ResponderExcluir
  18. Aqui em brasília teve protesto hoje..

    ResponderExcluir
  19. Eu soube. Mas pelo que entendi foi no formato tradicional e partidário. Pelo menos despontou para a opiniao publica.

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo seu blog Romero!!!Adorei!
    só fikei enfurecida c a ideia do Fernando d sacrificar um pombo!!Nada a ver...

    ResponderExcluir
  21. pra mudar alguma coisa por aqui só mobilizando mesmo, e maciçamente, ininterruptamente, sempre!
    Falar só não adianta. Vamos nos mexer e a hora e agora!
    Emerson

    ResponderExcluir

Postar um comentário